.


“Você é o que pensa. Você é o que procura. Você é o que faz”. Bob Richards

6 de out de 2010

14 mitos que engordam

São erros que comete quando quer emagrecer.
Nós damos-lhe as verdadeiras respostas para que faça as escolhas certas


Deixar de jantar não emagrece, tal como nem sempre as gorduras vegetais são mais adequadas.

Descubra as crenças que só lhe complicam a vida.

1. A parte branca dos legumes é a mais light

De facto, têm poucas calorias, no entanto, é na parte verde das folhas dos diversos legumes que se concentram as vitaminas e os minerais. Por isso, o melhor é consumir as folhas internas e as externas e, quanto mais verde forem, mais ricas serão em vitaminas e antioxidantes.

2. Jantar engorda

É completamente errado fazer apenas uma refeição por dia ou saltar algumas delas para tentar emagrecer. Distribua os alimentos entre quatro a cinco refeições por dia.

As mais abundantes ou energéticas devem fazer-se de manhã, enquanto os jantares devem ser mais ligeiros. Fazendo várias refeições por dia, diminui a necessidade de comer entre aquelas, o que geralmente é sinónimo de ingestão de alimentos muito calóricos ou de calorias vazias. Se come pouco, o organismo habitua-se e gasta menos calorias.

3. A fruta engorda mais quando comida após a refeição

Lembra-se quando lhe ensinaram, na escola, que a ordem dos factores é arbitrária? Pois bem, aqui acontece o mesmo, ou seja, a ordem em que se ingere os alimentos não tem influência no total de calorias consumidas.

Um peça de fruta tem as mesmas calorias antes ou depois das refeições. A única vantagem que terá ao comê-la antes da refeição está associada ao facto de ter um alto teor de água e fibra, o que lhe vai dar a sensação de saciedade e isto pode ajudá-la a comer menos.

4. Gordura vegetal, a mais saudável

Na generalidade sim, porque a maioria contém ácidos gordos insaturados bons para o coração. No entanto, há óleos vegetais (palma e de coco) que se usam na elaboração industrial de alimentos e cujas gorduras são saturadas, prejudicais à saúde.

5. A gordura deve provir apenas do azeite

O azeite e o peixe azul contêm ácidos gordos insaturados, que favorecem a eliminação do excesso de colesterol no sangue. Contudo, as gorduras polinsaturadas (como o óleo de girassol, de milho e soja) reduzem tanto o mau como o bom colesterol e ajudam a expulsar o mau do organismo.

O azeite é ideal para cozinhar a altas temperaturas, pois não se degrada com o calor, embora perca qualidades, como o sabor e o aroma. Quando começar a deitar fumo deite-o fora, porque passa a ser tóxico.

6. O peixe azul é saudável, mas engorda

Um estudo publicado no Diário de Nutrição Médica Americana revela que comer atum, sardinhas ou salmão (peixes azuis com ácidos gordos do tipo ómega-3) não é apenas saudável mas também ajuda a perder peso.

7. A toranja emagrece

O seu poder adelgaçante é um clássico. Tal como acontece com o sumo de limão, é atribuído ao de toranja um suposto efeito destruidor da gordura devido à sua acidez. No entanto, o ácido cítrico não destrói a gordura. Chegou-se mesmo a criar a dieta da toranja, que não foi mais do que um truque para relançar as vendas dos excedentes deste fruto.

IN:  SAUDE no SAPO

VISITE :   SOPAS FACEIS = http://sopasfaceis.no.sapo.pt/

Nenhum comentário: